Nueva Pescanova aposta na DOP Galiza na sua nova gama de mexilhões já cozidos
1 Dezembro, 2017
Novas Angurinhas Reduzidas em Sal da Pescanova, com todo o seu sabor e agora com menos sal
14 Dezembro, 2017

Quinze mulheres protagonizam a “Mensagem Real” deste Natal

Vigo, 12 de dezembro de 2017.- A Pescanova estreia campanha de Natal, que trata um tema social: a desigualdade entre os sexos. Num cenário que simula o gabinete do Palácio da Zarzuela em que é gravada a tradicional Mensagem do Rei de Espanha na noite de consoada, as protagonistas do spot, as “rainhas” da casa, 15 mulheres de diferentes idades, raça, origem, condição pessoal e orientação sexual, lançam a sua “Mensagem Real”: uma série de opiniões que refletem os problemas que afetam e preocupam às mulheres de hoje, as suas inquietações no que diz respeito à situação social e às perspetivas de presente e futuro das espanholas.

Com testemunhos reais como: “Se eu fosse um homem, tudo seria mais fácil, mas não sou, portanto… a lutar”, “Podemos chegar ao mesmo nível que os homens e devemos chegar aí porque somos todos iguais”, “Que haja menos princesas e mais guerreiras”, ou “Que não nos rotulemos e que reparemos mais em aquilo que nos une e menos em aquilo que nos separa”, as 15 protagonistas dos spots são altifalantes de uma realidade da qual a Pescanova se faz eco, criando uma campanha democrática, direta, com que a marca quer contribuir para a construção de uma sociedade um bocadinho melhor.

Os spots são emitidos nas principais cadeias de televisão e no Canal Youtube, bem como através do timeline da companhia no Twitter, Facebook e Instagram (ver spots AQUI). A Pescanova pretende criar um movimento social, participativo, que permita dar voz a todas as mulheres para opinarem sobre os temas que as preocuparam em 2017 e lancem a sua “Mensagem Real”, com os seus desejos para 2018, fazendo upload dos seus vídeos para o site  www.elmensajedelasreinas.com. Também nas redes sociais pode ser partilhada a opinião sobre o problema da desigualdade entre os sexos utilizando o hashtag #AMensagemDasRainhas.

Desigualdade de género

Com esta campanha, a Pescanova coloca em destaque um tema social tão crítico na nossa sociedade como é a desigualdade entre homens e mulheres, assumindo um risco ao abordar um tema que gera opiniões muito díspares na sociedade, mas estando cientes de acrescentar o seu grãozinho de areia e contribuir para uma melhor convivência e aceitação das mulheres como iguais, contribuindo assim para uma maior igualdade de oportunidades.

Os dados continuam a evidenciar que as mulheres dedicam à família e ao lar mais tempo do que os homens – uma média de 2 horas mais por dia – e são as grandes prejudicadas no âmbito da conciliação entre a maternidade e o trabalho – 42.000 mulheres optam por uma licença especial para o cuidado da família, e apenas 3.861 homens.

Uma visão que é partilhada por ambos os sexos. Apenas 5% das mulheres e 11% dos homens acham que atingiram a igualdade, de acordo com os dados da Metroscopia. Uma realidade que também se patenteia no último Índice de Desigualdade Global de Género do Foro Económico Mundial, em que Espanha perdeu no último ano quatro posições, ocupando o lugar 29 nesta classificação da igualdade de género que analisa salários, participação e emprego qualificado, o grau educacional, a representação nas estruturas de tomada de decisões, a saúde e a expectativa de vida e proporção homens-mulheres.

Contacto

Tesa Díaz-Faes Santiago
Directora de Comunicación Grupo Nueva Pescanova
Tel. +34 986 818 100
Paloma Fernández
LLYC
Tel. +34 91 563 77 22 (ext. 2111)