El Lalandii 1, primer buque de la nueva flota de Nueva Pescanova, inicia su viaje rumbo a Namibia
9 Outubro, 2019

O Lalandii 1, primeiro navio da nova frota da Nueva Pescanova, inicia a sua viagem rumo à Namíbia

  • É o primeiro dos sete novos navios pesqueiros e congeladores para renovar parte da frota da multinacional espanhola na Namíbia e em Moçambique.
  • O projeto conta com um investimento de 42,5 milhões de euros e está a representar a criação de 200 postos de trabalho na Galiza.

Vigo, 9 de outubro de 2019.- O Navio Lalandii 1, primeiro dos sete navios encarregados pelo Grupo Nueva Pescanova para renovar parte da sua frota, iniciou esta tarde a sua travessia com destino à Namíbia. Saiu dos Astilleros Armón de Vigo e, antes de empreender a sua viagem, dirigiu-se a Chapela (Redondela, Pontevedra) para se despedir da equipa da sede do Grupo Nueva Pescanova.

Este navio é o primeiro dos três pesqueiros que trabalharão para as filiais da empresa, NovaNam e Lalandii, na Namíbia e que se dedicarão ao processamento de pescada. Como parte integrante do mesmo projeto, também se incluem outros quatro navios congeladores para a pesca de lagostins da filial Pescamar em Moçambique. Estes novos navios serão incorporados na frota de mais de 70 que trabalham no hemisfério sul.

A empresa destinou um investimento de 42,5 milhões de euros ao projeto, e está a criar cerca de 200 empregos na Galiza, o que o converte no contrato mais importante efetuado na Espanha por uma empresa do setor pesqueiro.

O navio, um dos mais avançados da empresa, foi construído pela Astilleros Armón na Galiza. Para a sua conceção foi utilizada a realidade virtual como ferramenta para a conceção e o melhoramento constante do barco durante a sua construção, um processo pioneiro no setor. Além disso, diversos profissionais, desde capitães de navios até chefes de máquinas, contramestres e inclusivemente reformados que conhecem na perfeição as características do banco de pesca namibiano, colaboraram na conceção do Lalandii 1.

Conta com equipamentos de última geração, de entre os quais se destacam os seus motores de alta eficiência energética, que permitem um alto rendimento, diminuindo consumos e emissões, assim como melhoramentos no sistema de processamento a bordo e um maior conforto para as tripulações.

A empresa afiança desta forma o seu compromisso de criação de emprego local em todos os países em que opera, assim como a contribuição para o desenvolvimento económico e social das suas comunidades.

FICHA TÉCNICA NAVIO LALANDII 1:

Arrastão pesqueiro

Bandeira: Namíbia

Porto de Base: Lüderitz (Namíbia)

Classificação: Bureau Veritas

Comprimento Fora a Fora Total: 49,65 m

Acomodação: 30 tripulantes + 1 enfermaria

Potência: 1.600 kw

Realidade virtual: utilizou-se a realidade virtual como ferramenta para a conceção e o melhoramento constante do barco durante a sua construção, um processo pioneiro no setor.

Eficiência: o navio incorpora equipamentos de última geração e a sua gestão eletrónica permite um alto rendimento, diminuindo consumos e emissões.

Qualidade: concebido para obter a máxima qualidade no processamento, dispõe de uma área de separação de bycatch, desperdícios e evisceração por vácuo e máquina de lavar com água e ar.

Conceção: Os Astilleros Armón, a equipa de pesca da Nueva Pescanova e profissionais da empresa na Namíbia, desde capitães de barco a chefes de máquinas, contramestres e inclusivamente reformados que conhecem na perfeição as características do banco de pesca, colaboraram na conceção do Lalandii 1. 

Contacto

Tesa Díaz-Faes Santiago
Directora de Comunicación Grupo Nueva Pescanova
Tel. +34 610 53 36 50
Beatriz Zabala
Ketchum
Tel. +34 912 04 42 10 / +34 917 02 73 00