Pescanova, oitava marca de Grande Consumo mais escolhida pelos espanhóis
27 Maio, 2019
O Grupo Nueva Pescanova efetua o lançamento à água do navio congelador “Ponta Matirre”
8 Julho, 2019

A Assembleia Geral de Acionistas do Grupo Nueva Pescanova aprovou as contas anuais de 2018

  • A empresa fechou o exercício com lucros, tendo atingido um resultado líquido de 5,4 milhões de euros, o que representa mais 5,1 milhões de euros do que no ano anterior e mais 41 milhões do que em 2016. .
  • O Conselho de Administração da empresa foi ampliado com dois novos membros: José María Benavent e a Corporación Empresarial y Financiera de Galicia SLU, que será representada no Conselho por Marco Nieto. .
  • Vigo, 26 de junho de 2019.- A Assembleia Geral de Sócios do Grupo Nueva Pescanova, celebrada esta manhã na sua sede, em Chapela (Vigo), aprovou as contas dos resultados do exercício de 2018.

    A empresa comercializou 177.000 toneladas de produtos do mar em 2018, mais 5% do que no exercício anterior. O Grupo terminou o ano com uma faturação que atingiu os 1.008 milhões de euros, tendo aumentado 1% o valor das vendas de produtos do mar; e com um resultado líquido de 5,4 milhões de euros, o que representa mais 5,1 milhões de euros do que em 2017 e mais 41 milhões do que em 2016.

    Neste sentido, Jacobo González-Robatto, presidente do Grupo Nueva Pescanova, destacou que: “pelo segundo ano consecutivo, mantivemo-nos no caminho do crescimento e voltámos a obter lucros. Conseguimos primeiro sanear e pôr as contas em ordem, depois atingir o equilíbrio, e agora estamos numa posição na qual podemos concentrar-nos, de forma decidida, no crescimento”.

    A Assembleia de Sócios aprovou também o aumento do número de membros do Conselho de Administração, de 10 para 12. Foi também aprovado que os novos conselheiros sejam José María Benavent Valero e a Corporación Empresarial y Financiera de Galicia SLU, que será representada no Conselho por Marco Nieto Montero.

    Investimento de 41 milhões de euros durante 2018

    O investimento do Grupo em 2018 atingiu os 41 milhões de euros, um valor destinado, entre outras coisas, à constituição, em conjunto com a empresa Kabuki, da empresa Katei Alimentación, para a elaboração de comida asiática para os canais retail e food service em Espanha. A Katei Alimentación está a colocar em funcionamento 9 instalações de produção, no âmbito de um ambicioso plano de expansão que vai gerar cerca de 300 empregos.

    E, ainda, a empresa aumentou a sua participação, de 15% para 45%, na empresa indiana Abad Overseas, reforçando a sua posição como referência mundial na exportação de camarão Vannamei, e adquiriu na África do Sul a sociedade Unickfish, especializada na comercialização de produtos do mar.

    Por outro lado, em 2018 avançou na construção de novos barcos que vão renovar parte da frota do Grupo, sendo que neste mês de julho será entregue o navio Lalandii para a Namíbia e será feito o lançamento à água do primeiro navio que está a ser construído para a filial de Moçambique. Por outro lado, estão a terminar as obras do Pescanova Biomarine Center, em O Grove (Pontevedra), que será um dos maiores centros de I+D+i de aquicultura da Europa e cuja inauguração está prevista para o início de 2020.

    A empresa realizou em 2018 diversas operações de desinvestimento em ativos não estratégicos relacionados com o fabrico de farinhas, rações e serviços marítimos, com os quais foi concluído o processo de desinvestimento previsto no Plano Estratégico 2016-2020.

    Contacto

    Tesa Díaz-Faes Santiago
    Directora de Comunicación Grupo Nueva Pescanova
    Tel. +34 610 53 36 50
    Beatriz Zabala
    Ketchum
    Tel. +34 912 04 42 10 / +34 917 02 73 00