Inovação

A Pescanova nasce de uma inovação: a tecnologia de congelação a bordo. Desde aquele início não passou um único dia em que não tenhamos pensado em como melhorar todos os nossos processos, tornando-os mais competitivos e, designadamente, desenvolvendo novas tecnologias, métodos de produção e produtos:

Novas tecnologias

Em 1961, e extrapolando conceitos em matéria de conservação do frio da indústria cárnica, a Pescanova inventou a tecnologia de congelação a bordo, utilizada pela primeira vez no navio “Lemos”. Foi o primeiro barco congelador transoceânico do mundo.

Uma revolução tecnológica que permitiu, a partir daquele momento, operar e pescar nos ricos e distantes bancos de pescado hemisfério sul, ultracongelando a captura a bordo para a sua correta conservação, dando uma volta de 180 graus à indústria da pesca ao nível mundial.

Métodos de pesca

Em 1963 construímos o primeiro navio de arrasto pela popa da indústria naval espanhola, que conseguia pescar pela popa em vez de por um costado, o “Villalba” o que representou um grande avanço para aumentar a capacidade de pesca.

Esta inovação foi seguida doutras muitas, que puseram a frota de Pescanova à vanguarda da indústria da pesca ao nível mundial.

Aquacultura

Desde que começamos a apostar na aquacultura na década de 80 para aumentar a nossa produtividade garantindo a racionalização dos recursos marinhos não desistimos de inovar neste campo. Desde a aplicação de novas técnicas de aquacultura nas culturas de lagostim no Equador, Guatemala e a Nicarágua; de tilápia no Brasil, ou de rodovalho em Espanha, até à ponta-de-lança do I+D+i do Grupo Nueva Pescanova: O Pescanova BioMarine Center.

O Pescanova BioMarine Center é um centro de I+D+i em aquacultura, que está a ser construído em O Grove (Espanha) e que irá marcar um fito no estudo da aquacultura em Espanha. Através de novas técnicas de investigação sobre genética, nutrição e saúde, bem como sobre sustentabilidade e novas espécies de cultura.

Com as suas investigações não apenas irá melhorar a cultura das espécies como o rodovalho ou o lagostim vannamei, senão que iremos avançar em técnicas que permitam levar a aquacultura a novas espécies.

Os equipamentos irão contar com 4000 m2 dotados da última tecnologia, que irá posicionar esta instituição como a primeira privada deste tipo em Espanha, e uma das três mais importantes da Europa.

Produto

Fomos pioneiros a introduzir o peixe ultracongelado em vários países, criando uma nova categoria que rapidamente fez parte dos hábitos de consumo de milhões de consumidores. Desde aquela altura, não paramos de lançar produtos que oferecem toda a frescura do mar, com novas e sugestivas propostas.

Contamos com um Comité de Inovação, que trabalha na análise das necessidades do mercado e das novas tendências de consumo. Recentemente nos introduzimos na categoria dos refrigerados com produtos como o Dippeo de Lagostins, o polvo cozido em molho ou o leque de produtos Étnicos, entre outros, para além de nos adaptarmos às novas tendências de snacking no lar, com o nosso leque de produtos “Tapeo”.